8.2.05

the viola in my life

Feldman é um compositor estranho. São estranhas as durações. São estranhas as repetições. São estranhos os acordes. É estranho o que ele diz. E no entanto, tudo é natural. Ouve-se e pensa-se que só poderia ser mesmo assim. Tal como é. Um compositor estranho.
LP

2 Comments:

Blogger cesar de oliveira said...

com que então é por aqui que andam! :)

10 fevereiro, 2005 22:35  
Blogger Decompositor said...

Ola Cesar,
bem-vindo! sabes que nao se consegue ficar muito tempo sem "participar". um abraco.
LP
(sem acentos)

11 fevereiro, 2005 11:14  

Enviar um comentário

<< Home