28.5.05

Pierluigi Billone

Os instrumentos na minha mão são algo de desconhecido, totalmente misteriosos e por isso mesmo sem regras e sem voz ainda. (...)

Quando a música me encontra, então oiço e vejo, faço totalmente parte do todo com a boca, a mão, o corpo, o pensamento. Eu fico em sintonia/harmonia (ou não) com aquilo que na minha presença sucede. (...)


Excerto das notas de programa de TA.un Lied di meno

Durante o Festival de Witten pude ouvir a última peça de Pierluigi Billone, compositor italiano nascido em 1960. Billone domina com virtuosismo os modos de tocar dos vários instrumentos, as suas possibilidades e a sua aplicação no contexto específico de cada obra. A este facto não é estranho o seu percurso como aluno de Salvatorre Sciarrino em Itália e de Helmut Lachenmann em Estugarda. Destes compositores apreendeu a sensibilidade para o som, o cuidado com os eventos separados pelo silêncio, a atenção ao singular, e um toque de necessária subversividade.

A rádio WDR transmite no próximo dia 1 de Julho às 19:00 (em Portugal) a gravação da concerto da estreia. Suspeito que a qualidade da transmissão e da gravação, tendo em conta a especificidade da peça nomeadamente da predominância dos sons graves, fiquem bastante aquém daquilo é dado a ouvir ao vivo. De qualquer modo aqui fica a ligação para uma primeira impressão da música de Billone.

Rádio WDR

Excerto de Mani.Long

4 Comments:

Blogger Menina_marota said...

Grata pela visita ao meu blog e pelas palavras amáveis que lá deixou, Sr. Luis Pena (deixou este nome no comentário, que veio aqui ter...)

Felizmente estamos num País democrata (será assim?) e cada qual escreve como gosta.

Dei uma volta pelo seu blog, reconheço que não sou assim tão letrada que pudesse perceber tudo o que disse, mas na minha simplicidade, gostei, especialmente da música.

Tenha um explendido dia :)

05 julho, 2005 12:16  
Blogger Decompositor said...

Caríssima Menina,
não faço a mínima ideia do que está a falar. Desconhecia até ao momento o seu blog e não escrevi qualquer comentário. Ando afastado da blogosfera já há algum tempo. Raramente escrevo comentários. Se alguém assinou como Luís Pena não fui eu.

Este pequeno mal entendido serviu pelo menos para descobrir o seu blog que apreciei.

Desejo-lhe igualmente, e sem ironia, um óptimo dia!

Luís A. Pena

05 julho, 2005 15:28  
Blogger Menina_marota said...

Arrancou-me um grande sorriso de satisfação e, fico-lhe grata por isso.
Para que não haja dúvidas sobre a veracidade do motivo que aqui me trouxe, deixo-lhe o link do local, onde foi enserido o comentário, abusivamente, feito em seu nome. (mesmo no final dos comentários ao texto, dia 5 de Julho, 7:54 AM luis pena)

http://meninamarota.blogspot.com/2005/06/hoje-acordei.html

Pedindo desculpas pela "embrulhada" onde foi apanhado, fico grata pelo esclarecimento que me prestou.

Creia-me sinceramente,

OM

05 julho, 2005 18:53  
Blogger Menina_marota said...

Ressalvo: onde se lê "enserido", deverá ler-se "inserido".
As minhas desculpas, pelo lapso...

;)

05 julho, 2005 18:55  

Enviar um comentário

<< Home